quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

18º COLE

Informe para organização do 18º COLE
Estimadas/os colegas,
           
O 18o Congresso de Leitura do Brasil acontecerá entre os dias 11 e 15 de julho de 2011 na Unicamp. Começamos a pensar o evento lançando três propostas de temas, que foram divulgados para todos associados e pessoas que estiveram, historicamente, trabalhando na organização do evento. Os retornos foram excelentes, muitas sugestões nos foram dadas e, principalmente, nos foi animador perceber o carinho, respeito e envolvimento que há com a ALB. Isso nos dá força neste início de caminhada à frente da associação.

O tema do 18o COLE será O mundo grita. Escuta?

Com este tema, pretende-se o entrelace de diferentes linguagens, variadas formas de expressão, superfícies múltiplas que se movimentam e se tocam.
Gritos que soam em dinâmicas e criações de linguagens que leem o mundo: as postagens - cartas, telegramas, cartões postais, torpedos...; as artes - fotografia, música, literatura, teatro, dança, cinema, instalações...; as formas de vida - da infância, da loucura, da velhice, da juventude, da resistência, das relações socioculturais...; as dobras da língua portuguesa - atravessamentos subjetivos, polissêmicos, polifônicos, políticos...  P otências do fragmento, da sonoridade, da imagem, da territorialidade, da temporalidade... Potências plurais e singulares, vacúolos e sem-sentidos, contracombates à homogeneização na escuta do mundo. Como gritam?

Nas primeiras reuniões de diretoria, pensamos uma estrutura básica do congresso que compartilhamos com vocês, aguardando sugestões e ponderações. Envie-as para o e-mail: 18colesugestoes@gmail.com.

Pareceu-nos importante, inicialmente, anunciar algumas linhas que perpassam nossa proposta para o evento.

A leitura é uma produção/expressão sociocultural em múltiplas linguagens. Portanto, o congresso pretende abrir-se a essas multiplicidades, além da comunicação oral.
As formas de apropriação de conhecimentos e práticas são mediadas diferenciadamente. Portanto, o congresso busca contemplar distintas mediações com o público.
Os sentidos de ‘acadêmico' em desfile por um conjunto significativo de congressos podem ser contestados, e buscar alternativas é uma política de singularização que merece ser iniciada.


Sumariamente, o que pensamos para compor com tais linhas:


Dia 11
Dia 12
Dia 13
Dia 14
Dia 15
Manhã
Mesa Oficial
Atividades Comuns
+ Atividades Específicas dos Eixos (comunicações orais e...)
Minicursos
Conferência de
Abertura
Conferência de Encerramento
Tarde

Comunicações em outras Linguagens
+ Atividades Específicas dos Eixos
(comunicações orais e...)
+ Atividades Comuns

Certificados

  • 1) As comunicações orais significarão, no COLE, as conferências (3 ou 4 no total), e as apresentações de trabalhos associadas aos eixos temáticos que foram organizados no 17o COLE (excetuando-se o Proler). Cada eixo temático, cuja coordenação científica ser&a acute; do coordenador do seminário que existiu até o 16o COLE, selecionará as comunicações orais por demanda espontânea e poderá convidar 02 (duas) pessoas para apresentarem comunicações encomendadas, ou fazerem papel de mediadoras/debatedoras/problematizadoras das comunicações apresentadas. Não haverá mesa redonda. As sessões de comunicação oral (por demanda ou as 02 encomendadas) de um mesmo eixo temático acontecerão ao mesmo tempo. Com isso, criaremos, no 18o COLE, uma horizontalidade entre as comunicações orais.
  • 2) Abriremos um outro eixo, como experiência, ligado à temática do 18o COLE, para abrigar as comunicações em outras linguagens, destinadas aos participantes que proponham trazer para o COLE seus trabalhos que exijam espaços e linguagens distintas da apresentação oral. Tais comunicações, por demanda, também abertas à seleção do comitê científico, serão coordenadas por uma equipe da qual participarão colegas da roda de pesquisadores da ALB. Aqui se incluem as propostas de exposição, performances, instalações, espetáculos que movimentem pensamento sobre o tema do evento. Dentro deste eixo, haverá duas ou três atividades que serão comuns ao evento, à semelhança das conferências. Não se tratará de atividade cultural.
  • 3) Retomaremos o oferecimento dos minicursos com carga horária total de 4horas. Os minicursos, no 18o COLE, es pecialmente devido ao fato de não termos muito tempo para o pedido de financiamento externo, serão também encomendados a especialistas pelos coordenadores científicos dos eixos temáticos. Nossa idéia é termos cerca de 20 minicursos, com 50 pessoas em cada. Futuramente, se a retomada dos minicursos for uma boa decisão, podemos pensar em deixar os minicursos também passarem por seleção via demanda espontânea. Os convidados para ministrar o minicurso terão financiamento (transporte, hospedagem e alimentação) pelo evento. Não haverá pró-labore.
  • 4) Haverá sessões de leituras públicas de livros de literatura, poesia, pesquisa acadêmica, dentre outros, e leituras de imagens e sons. À semelhança de algumas feiras, no ssa proposta é que o público do 18o COLE possa escutar um autor, compositor, cineasta, pintor, ler trechos de seu trabalho, expor clipes de seu filme, fazer uma audição musical, e conversar com o artista/autor e comprar sua obra. Esta é nossa ideia, primeira, que substituirá a antiga feira de livros que só tem contemplado um interesse comercial, sem sintonia (inclusive econômica) com o COLE e a ALB.
  • 5) Sessões Diálogos ALB significam três tematizações que a ALB propõe para conversar com outras associações afins política e academicamente. Ocorrerão ao final do dia, e interessarão, particularmente, aos pesquisadores e membros de associações convidadas para vir ao evento.

Já é possível notar que faremos um esforço para ampliar os sentidos de leitura no evento, e, ao mesmo tempo, evitarmos o excessivo número de participantes. Uma das nossas ideias é propor que haja um número máximo de inscrições para as comunicações em cada uma das modalidades.

Cronograma

Fevereiro de 2011 - Finalização da proposta estrutural do evento - diálogo entre diretoria, associados, coordenadores de eixos temáticos do evento e roda de pesquisadores da ALB.
Março de 2011 - Indicação de todos os convidados (comunicação oral, minicursos, conferência)
Março e Abril de 2011 - Solicitação de financiamento
Março e Abril de 2011 - Inscrições de trabalhos
Maio de 2011 - Seleção dos trabalhos
Junho de 2011 - Divulgação dos resultados e apresentação da programação final do evento.
Diretoria ALB - Biênio 2011/2012
www.alb.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário