sexta-feira, 11 de março de 2011

Natureza em fúria...


Momento Poesia


Aquecimento global, buraco na camada de ozônio e uma
quantidade de lixo sem tamanho. Como esperar da natureza
alguma retribuição, se sem perceber, destruímos todas as suas
belezas, acabamos com nossos recursos ficando sem opção.
Chegamos, usamos e abusamos durante séculos e ano a ano,
achando que tudo iria se refazer, mas não, lentamente vem se
acabando, e sem se dar conta, o homem vai destruíndo e a
natureza reclamando. No início silenciosamente, agora nem
tanto, mas vai dando sinais de cansaço de total esgotamento.
O que achávamos que era coisa de outro continente, agora em
nosso mundinho particular se faz presente, são enchentes,
deslizes e todo tipo de reação que nos torna refén de nossas
próprias ações.
O que está feito está ,mas acredito que podemos melhorar,
mudar e fazer diferente, com responsabilidade e de uma forma
consciente, olhar realmente para o futuro, mas já mudando o presente.
E precisamos começar agora, pois hoje assistindo ao triste episódio
no Japão, um mar de lama , águas enfurecidas afogando uma população.
Não dá pra ficar indiferente embora esteja tudo errado, agora não
basta apontar os culpados, vamos olhar pra frente e fazer do futuro
um lugar tão agradável onde natureza e homem vivam em equilíbrio
num mundo bem diferente.
autora: Cilneia Felippe

A nossa escola está solidária neste momento tão trágico que o Japão
esta atravessando.Vamos cuidar do nosso Planeta!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário